‘House of Cards’ e as Séries Canceladas por Polêmicas

‘House of Cards’ e as Séries Canceladas por Polêmicas

COMPARTILHE!

Recentemente, a Netflix anunciou o fim da aclamada série política House of Cards . Iniciada em 2013, e com cinco temporadas em sua trajetória, o programa serviu como fundação para o que a plataforma de streaming é hoje. Antes de fenômenos como Stranger Things , a Netflix se erguia graças ao sucesso de House of Cards .

Embora uma sexta temporada esteja sendo produzida no momento, com lançamento previsto para o ano que vem, o anúncio do fim do programa pegou todos de surpresa. O que acontece, como todos sabem, é que o protagonista e produtor do seriado, o astro vencedor de dois Oscar Kevin Spacey ( Os Suspeitos e Beleza Americana ) foi pego numa teia de inúmeras acusações de assédios sexuais por parte de diversos artistas que trabalharam com ele, todos homens, e incluindo menores de idade.

Se estava nos planos da Netflix terminar House of Cards em breve ou não, as acusações serviram como acelerador do processo. A empresa inclusive anunciou um possível derivado, seguindo por outro caminho com personagens secundários da série, que é a 35ª preferida do grande público segundo a bíblia da rede, o IMDB.

Agora chega o anúncio do desligamento de Spaceyda série, decisão da empresa, o que afetará o andamento da temporada inédita – o que dizem é que o personagem de Spacey, Francis Underwood, morrerá.

Participe do nosso GRUPO ESPECIAL do Facebook» https://goo.gl/kg8NYU


Todo este panorama que demos sobre a polêmica de House of Cards serviu apenas como introdução de nossa nova matéria, baseada em um artigo de nossos colegas da UOL. House of Cards não foi a única série da história a ser cancelada exclusivamente devido à polêmica de bastidores. Conheça abaixo outros programas que tiveram o mesmo destino e como sempre, não esqueça de comentar deixando sua opinião.

Produções Renomadas

Duas produções recentes, com grandes nomes envolvidos, foram interrompidas devido a polêmicas. Uma antes mesmo de ser rodada. Antes de receber até mesmo um título, a série sobre máfia que seria estrelada por Robert De Niro e Julianne Moore , e com roteiro, produção e direção de David O. Russell (cinco vezes indicado ao Oscar) teve seu plugue puxado. A série seria lançada pelo canal de streaming rival do Netflix , a Amazon . Mas por que com um elenco desses e um criador prestigiado o programa precisou ser cancelado? Simples: tratava-se de uma produção da Weinstein Company, empresa de Harvey Weinstein , talvez o único sujeito mais ferrado que Kevin Spacey nestas explosões sobre assédio.

Luck , série produzida por Michael Mann ( Fogo Contra Fogo , 1995), sobre corridas de cavalo, teve outro motivo para ser cancelada. E foi justamente o tema do programa. Por envolver corridas de animais, um acidente resultou no ferimento grave de dois cavalos, que logo em seguida precisaram ser sacrificados. Entidades que cuidam da proteção aos bichos nos sets de filmagens, como a PETA, não ficaram nem um pouco felizes e trataram de cair em cima da produção. Os envolvidos, prevendo que não teriam como garantir o bem estar e segurança dos animais, se tratando de uma programa com tal temática, resolveram cancelar a série logo na primeira temporada, deixando Luck com apenas dez episódios em seu histórico. Para completar, o seriado tinha como protagonista o veterano Dustin Hoffman , contra quem denúncias sobre assédio em seu passado surgiram recentemente.

Ídolos Teen

Se você pensa que ter um astro adolescente te livrará de polêmicas de bastidores, pense de novo. Dois programas ficaram marcados por seus desfechos abruptos, ligados exclusivamente às vidas pessoais de seus protagonistas.

Começaremos com Zoey 101 , protagonizado por Jamie Lynn Spears , irmã da igualmente problemática Britney Spears . O programa, que ficou no ar por três anos, é dito ser um dos mais assistidos no canal infantil Nickelodeon na década passada. No entanto, precisou chegar ao fim quando sua estrela anunciou a gravidez aos 16 anos de idade (seu namorado então tinha 18 anos). O canal anunciou apoio à menina, mas optou por encerrar Zoey 101 para não passar a ideia errada de apologia à gravidez adolescente.

Do mesmo canal, Sam & Cat é o derivado dos programas da casa iCarly e Victorious , e durou apenas um ano. O motivo: fotos nuas da estrela juvenil Jennette McCurdy pipocaram na rede quando a temporada chegava ao fim, embora oficialmente o canal tenha justificado o encerramento utilizando a carreira musical de Ariana Grande – a outra protagonista. Além disso, brigas por igualdade salarial (Grande recebia mais) eram reportadas nos bastidores.

Reprises

Séries clássicas também podem ser abaladas por controvérsias recentes. É o que aconteceu com The Cosby Show , programa associado à representatividade por ser um dos mais relevantes protagonizado por uma família negra. O seriado foi exibido de 1984 a 1992, porém, assim como muitos programas icônicos, vide Chaves , Um Maluco no Pedaço (Fresh Prince of Bel-Air), Seinfeld e Friends , se perpetuou com as reprises. O problema veio com a acusação de assédio do astro Bill Cosby , comediante e protagonista do programa. Cosby, visto como o paizão da América, foi acusado por uma jogadora de basquete, e em seguida diversas outras mulheres seguiram o mesmo caminho. Desta forma, canais de TV que exibiam as reprises de seu programa mais famoso, resolveram encerrar a transmissão do mesmo.


Cenas Pós-Créditos de Liga da Justiça


» Siga o CinePOPno Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «

[AVISO]Os comentários passam por uma aprovação e podem demorar até 24 horas para serem disponibilizados no site. Comentários com conteúdo ofensivo serão deletados, e o usuário pode ser banido. Respeita a opinião alheia e comporte-se.

Mobilize your Website
View Site in Mobile | Classic
Share by: