James Gunn teria alertado sobre assédios sexuais cometidos por cineasta indicado ao Oscar

James Gunn teria alertado sobre assédios sexuais cometidos por cineasta indicado ao Oscar

COMPARTILHE!

Após uma matéria publicada no jornal Los Angeles Timessobre as mais de 30 acusações de assédio sexual contra o cineasta James Toback , o diretor James Gunn usou sua conta do Facebookpara revelar que tentou alertar a indústria sobre a integridade do artista.

Em uma extensa publicação, o responsável por ‘ Guardiões da Galáxia ‘ pontuou que conhece várias mulheres que foram vítimas de Toback– inclusive duas ex-namoradas – e que repassou os relatos ouvidos para diversas pessoas, que nada fizeram.

Confira:

“Quando eu morava em Nova York, na década de 90, esse cara estava em todos os lugares. Eu pessoalmente conheci pelo menos quinze mulheres, provavelmente mais, que dizem que ele as abordou em Nova York. Ele basicamente chega nas mulheres e diz: “Ei, sou James Toback , e sou um diretor famoso e sinto que existe uma conexão entre nós”. Então ele mostra-lhes algum artigo sobre si mesmo ou algum outro artefato para provar que ele é quem ele é, e tenta levá-las a outro lugar com ele.
Ele fez isso com três garotas que namorei, duas das minhas melhores amigas e um membro da família…duas vezes. Sim, ele se aproximou duas vezes com a mesma fala estúpida, sem perceber que ela era a mesma pessoa. Isso além de muitas outras mulheres com quem conversei em festas ou jantares sobre suas interações com o Toback.
E ESSAS SÃO APENAS PESSOAS QUE EU CONHEÇO. Nem sequer mencionei muitos outros casos que vão de volta a um artigo que surgiu na revista SPY em 1989, detalhando esse comportamento, e não estou incluindo todas as pessoas com quem conversei on-line que também tiveram suas experiências. Quero dizer, estatisticamente, parece que seus números teriam que ser pelo menos mais de mil.
A maioria dessas mulheres tinha vinte e poucos anos. A maioria deles recusou-se a ir mais longe com ele, mas alguns foram para jantar ou para algum tipo de teste de elenco, ou para algum lugar privado.
E, honestamente, se as histórias fossem apenas sobre um viciado em sexo enlouquecido, que se aproxima de milhares de mulheres na rua tentando se dar bem, eu não estaria publicando isso agora. Eu não quero atacar todos os babacas de Hollywood que conquistam inúmeras mulheres. Esse tipo de comportamento não é legal, mas penso que é importante separar a babaquice de qualquer tipo de coerção sexual. Mas as mulheres com quem conversei que foram para algum lugar privado com Toback, contaram histórias que eram piores do que quelas que só foram abordadas por ele nas ruas.
É importante dizer que não tenho nenhuma informação de primeira mão sobre nada disso. Mas as histórias são tão estranhamente semelhantes e as escutei repetidas vezes de algumas das pessoas em quem eu mais confio no mundo, eu sei as chances de elas serem falsas…bem, seria simplesmente impossível. Eu sei que é escolha delas falar sobre isso publicamente, mas quero que elas saibam que eu as apoio, caso façam isso.
Então, eu fiz o que eu poderia fazer no meu estado impotente – por mais de vinte anos, eu comecei a alertar as pessoas sobre James Toback em todas as chances que tinha. Não pude detê-lo, mas eu poderia avisar as pessoas sobre ele.
Recentemente, pensei que o cara tinha desaparecido na obscuridade e na velhice, mas depois vi um artigo no Huffington Post sobre ele, intitulado ‘ James Toback nos Entende’. Eu quase vomitei. A pessoa que escreveu o artigo fez uma pesquisa básica no Google sobre Toback? Parecia que ele era mais atual do que eu pensava, com um filme no Festival de Cinema de Veneza, estrelado por Sienna Miller. Eu esperava que suas façanhas se tornassem bem conhecidas o suficiente para que os produtores não financiassem seus filmes e os atores não trabalhassem com ele.
E desde então, tenho esperado que o material de Weinstein/O’Reilly trouxesse esse vampiro para a luz (ele e alguns outros, francamente). Então fiquei feliz hoje por acordar com essa matéria no LA Times.
Eu disse às mulheres que eu as apoiaria. Este é o meu melhor que posso fazer para cumprir essa promessa.

Participe do nosso GRUPO ESPECIAL do Facebook» https://goo.gl/kg8NYU


Com amor a todos”

Segundo o jornal Los Angeles Times , 38 mulheres acusam James Toback de se aproximar delas nas ruas de Nova York, prometendo o estrelato.

A publicação afirma que ele marcava entrevistas e testes de elenco com as mulheres apenas para assediá-las. A matéria ainda revela que os relatos foram adquiridos através de entrevistas separadas com cada uma das vítimas.

Uma delas, a atriz Adrienne LaValley , revelou que em uma entrevista de trabalho com Toback em um quarto de hotel, o diretor teria ejaculado em sua calça.

Disse ela:

“Eu me senti como uma prostituta, fiquei completamente devastada comigo mesma. Não me senti no direito de compartilhar aquilo com ninguém”.

Buscando o outro lado, o jornal entrou em contato com Toback, que desmentiu todos os casos, alegando que jamais se encontrou com nenhuma delas. Ele ainda afirmou que se o fez, os encontros teriam sido tão rápidos ao ponto de não conseguir se lembrar.

Acompanhe essa treta com a gente:

Ator de ‘Pânico’, sabia das acusações de assédio sexual contra Harvey Weinstey 

Lena Headey, a Cersei, conta tudo sobre quando Harvey Weinstey tentou estuprá-la

Atriz de ‘The Big Bang Theory’ diz que roupas modestas evitam o assédio sexual

Harvey Weinstein é expulso do Oscar; confira a declaração da Academia

Harvey Weinstein ameaçou Felicity Huffman para ela usar vestidos da grife de sua esposa

Lindsay Lohan defende Harvey Weinstein após várias denúncias de assédio sexual

Angelina Jolie e Gwyneth Paltrow acusam produtor Harvey Weinstein de assédio sexual

Produtor Harvey Weinstein é demitido por assédio sexual

Woody Allen diz estar “triste” por Harvey Weinstein e causa revolta


Crítica Liga da Justiça


» Siga o CinePOPno Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «

[AVISO]Os comentários passam por uma aprovação e podem demorar até 24 horas para serem disponibilizados no site. Comentários com conteúdo ofensivo serão deletados, e o usuário pode ser banido. Respeita a opinião alheia e comporte-se.

Mobilize your Website
View Site in Mobile | Classic
Share by: