Os 30 Alienígenas Mais Assustadores do Cinema

Os 30 Alienígenas Mais Assustadores do Cinema

COMPARTILHE!

Sejam pequenos, grandes ou vindos nas formas mais inusitadas, a sétima arte já nos brindou com diversas raças e tipos de seres extraterrestres ao longo de sua criação. No entanto, nem só de E.T.s fofinhos ou amistosos (como os dos filmes iniciais de Steven Spielberg) são feitas as produções cinematográficas. Ainda aproveitando o gancho de Alien : Covenant , novo filme do xenomorfo mais temido da galáxia, dirigido por Ridley Scott, resolvemos listar para vocês algumas das criaturas mais hostis saídas de todo canto do universo. Para facilitar as coisas, já que a lista será longa, iremos dividi-los em grupos. Portanto, peguem suas armas e preparem-se para proteger a Terra.

Ameaça Global

Começamos a lista com aquelas criaturas que chegaram chutando a porta. Diferente das demais na lista, este tipo de alien ígena veio procurar problema na Terrra e não de forma discreta. Pelo contrário, os ets deste grupo gostam de aparecer e destruir tudo, deixando como única opção para os humanos, responder na mesma moeda.

Guerra dos Mundos (1953 / 2005)

Celebrado como um das primeiras invasões em larga escala do cinema, o Guerra dos Mundos original é baseado na obra literária de H.G. Wellse chocou os EUA ao ser lido no rádio pelo cineasta Orson Welles. O público, desacostumado na época, pensou se tratar de uma invasão interplanetária real. Em 2005, o mestre Steven Spielbergdeu sua versão ao clássico, criando os famosos (ou infames) tripés. Na versão original, os seres foram derrotados com armas, e no remake, mais próximo ao livro, devido a bactérias no ar.



Independence Day (1996)

Não se pode falar em invasão alien ígena em escala massiva sem falar de Independence Day . Nada no cinema foi tão impactante, até recebermos, em meados da década de 1990, o ataque extraterrestre mais realístico da história. Era Guerra dos Mundos para uma nova geração e com esteroides. Will Smithe o presidente dos EUA ( Bill Pullman) comandavam a resistência, e a solução foi um vírus de computador. Ano passado ganhamos a continuação, depois de vinte anos. No entanto, sem a mesma graça e o carisma dos atores, a sequência soava mais como um verdadeiro cartoon.

Tropas Estelares (1997)

O diretor Paul Verhoevenpode ser considerado um especialista no cinema da ficção. Aqui, ele apresenta um futuro diferente, mas de certa forma próximo ao que havia sido confeccionado em Robocop (1987) no sentido de sátira política e ao fascismo. No entanto, o foco dessa vez é uma invasão alien ígena sem precedentes. Uma raça de insetos gigantes ameaça nossa forma de vida. E é claro que soldados armados até os dentes não permitirão que o inimigo se crie.

No Limite do Amanhã (2014)

Esse é um dos itens mais novos da lista. Neste veículo para Tom Cruise, o mote é uma espécie de Feitiço do Tempo (1993), no qual o protagonista, um soldado covarde, segue vivendo o mesmo dia cada vez que morre. A causa: uma raça alien ígena invasora, semelhante a polvos mecânicos, que mexeu com o tempo e espaço de nosso planeta. De quebra, levamos uma Emily Bluntmais badass do que nunca.

Dublês de Corpo

Esse grupo é dedicado aos alien ígenas cara de pau, que tentam se passar por humanos, utilizando as mais variadas formas. Estes chegam na surdina dando vazão ao pensamento paranoico do “eles estão entre nós”.

Vampiros de Almas (1956)

No auge da paranoia da Guerra Fria, Don Siegaldirigiu este filme sobre uma cidadezinha onde os moradores são substituídos por alien ígenas sem emoções. Assim nascendo um dos maiores clássicos do gênero. Tanto que nada menos do que três refilmagens foram produzidas. A primeira chegou em 1978, dirigida por Philip Kaufman; a segunda em 1993, de Abel Ferrara; e a terceira em 2007, protagonizada por Nicole Kidman. O fato faz com que esta seja uma das tramas mais reimaginadas da história do cinema.

O Enigma de Outro Mundo (1982)

Este filme de John Carpenternão é apenas uma das ficções preferidas dos fãs de todos os tempos, é um dos filmes preferidos do grande público também. Na trama, uma estação de pesquisa no Ártico descobre algo inimaginável, um ser alien ígena capaz se assimilar o DNA humano, imitando os seres da Terra. Aqui também temos cenas verdadeiramente gráficas, nojentas e viscerais, com alguns dos efeitos práticos jamais equiparados. Um remake, desnecessário e mal sucedido, foi lançado em 2011.

Hidden – O Escondido (1987)

Mistura de ficção científica e filme policial, o longa apresenta dois agentes perseguindo um criminoso numa onda de violentos assassinatos por Los Angeles. O detalhe é que o assassino é na verdade um parasita alien ígena, que possui o corpo das pessoas, trocando seu hospedeiro de tempos em tempos. Na perseguição, um dos policiais é na realidade outro alien ígena, ajudando seu parceiro humano a resolver o caso.

Eles Vivem (1988)

John Carpentervolta ao tema dos alien ígenas disfarçados, numa obra de teor menos assustadora e que funciona mais como crítica. Baseada no conto de Ray Nelson, a trama mostra um andarilho ( Roddy Piper) que descobre acidentalmente a maior conspiração da história: alien ígenas tomaram o controle da Terra e se disfarçam de humanos. Somente ele é capaz de vê-los com um par de óculos especiais. Aqui os aliens tem a forma de bizarras caveiras humanoides.

TommyKnockers (1993)

Estava faltando algo nesta lista até aqui: a presença do autor Stephen Kingassinando a autoria de algum texto. Tommyknockers , baseado no livro de King, é na realidade uma minissérie em dois episódios feita para a TV. No Brasil, chegou na forma de um filme lançado direto nas locadoras, com cortes, já que o original tem três horas de duração. Na trama, uma cidadezinha americana começa a vivenciar estranhas situações, depois de uma mudança de comportamento geral da população. A resposta estava enterrada, junto com uma nave alien ígena, no solo do local.

A Invasão (1996)

No auge da popularidade de Arquivo X (1993 – 2002), série que abordava a investigação do sobrenatural, em especial seres alien ígenas, este suspense foi produzido. E acredite, este que vos fala assistiu nos cinemas. Pois é, e muitos de vocês talvez não fossem nascidos. Protagonizada por um Charlie Sheenantes do declínio, da volta por cima e do novo declínio, a obra usa como mote a paranoia e teorias de conspiração governamentais. Sheeninterpreta um astrônomo descobrindo da pior forma que os aliens já estão entre nós. A direção é de David Twohy, que voltaria a abordar criaturas extraterrestres em Eclipse Mortal (2000), com Vin Diesel. Curiosamente, o título em inglês é The Arrival , o mesmo de A Chegada , recente sucesso de Denis Villeneuve, com Amy Adams, que também aborda o contato alien ígena.

Prova Final (1998)

Todos os jovens se sentem estranhos no colegial. Agora, imagine as dificuldades da escola se seus professores forem verdadeiros E.T.s. Com a ideia de misturar Clube dos Cinco (1985) com invasões alien ígenas, o roteirista Kevin Williamson (sensação no fim da década de 1990) e o diretor Robert Rodriguez conheceram seu primeiro fracasso comercial. As criaturas , pequenos seres, que com seus tentáculos substituíam matando humanos, eram sedentas (quase desidratadas) e seu ponto fraco eram justamente as drogas que tiram a água do corpo.

O Apanhador de Sonhos (2003)

Já que estávamos carentes de Stephen Kingna lista, aqui vai mais um filme sobre alien ígenas baseado numa obra do autor. Kingmistura seus tópicos de afeto nesta história, falando sobre um grupo de amigos de infância, ajudando um colega deficiente a enfrentar a fase mais difícil. Na vida adulta, eles voltam a se reencontrar ( It , alguém?) e se deparam com uma ameaça alien ígena. Morgan Freemanparticipa como um militar linha dura. O Apanhador de Sonhos é outro filme que este amigo que vos fala conferiu nas telonas, e que funciona melhor no quesito prazer culposo.

Seres Rastejantes

Aqui levaremos em conta os alien ígenas gosmentos, que se locomovem próximos ao chão, e seriam comparáveis a criaturas na Terra como minhocas, lesmas e afins.

A Bolha Assassina (1958 / 1988)

Existem duas versões de A Bolha Assassina , e num caso raro e atípico, a refilmagem supera o original em todos os sentidos. Muito mais detalhada, complexa e horripilante, chegando ao extremo de matar uma criança de forma cruel, esta versão é reflexo de sua época. No entanto, para o bem da matéria, é necessário optar pelo original, já que na refilmagem, outra explicação é dada para a criatura caída do espaço, que não é exatamente um visitante interplanetário. O filme da década de 1950 traz a mesma premissa, um tempo menor de duração e a presença de Steve McQueenem sua primeira aparição no cinema. Na trama, uma forma de vida alien ígena chega a Terra, consumindo tudo em seu caminho e aumentando cada vez mais seu tamanho.

A Noite dos Arrepios (1986)

Obra cult-trash saída da década de 1980, este é um dos filmes mais legais do período que você vai encontrar. Parasitas alien ígenas chegam ao nosso planeta e, ao mesmo tempo em que infectam os habitantes de uma pequena cidade, os transformam em espécies de zumbis. Um policial durão ( Tom Atkins) investiga o caso, enquanto uma dupla de nerds tenta se dar bem com as garotas da universidade. E o que mais?

Seres Rastejantes (2006)

Imagine um filme de terror dirigido pelo celebrado James Gunn, de Guardiões da Galáxia . Pois parem de imaginar, ele está aqui. Gunnestreia na direção com o pé direito, realizando uma grande homenagem aos filmes da década de 1980, como os citados acima. Na trama, uma cidade é visitada por seres verdadeiramente repugnantes, causando todo tipo de caos e cenas pra lá de nojentas. Michael Rooker, o Yondu, vive um marido possessivo, que termina infectando, rendendo um dos personagens mais asquerosos do cinema recente. Sua esposa, papel da bela Elizabeth Banks(a Rita Repulsa do recente Power Rangers ) é a mocinha sofredora. As lesmas criadas por Gunnfiguraram na coleção do personagem de Benicio Del Torono primeiro longa da franquia da Marvel comandado pelo cineasta.

Criaturas Exóticas

Já apresentamos todo tipo de criatura alien ígena nesta lista, certo? Errado. Neste grupo, abordaremos alguns dos seres mais incomuns que jamais nos visitaram.

Criaturas (1986)

Pegando carona no sucesso de Gremlins (1984), que por sinal não eram aliens, dois anos depois chegavam aos cinemas as Criaturas . Pequenos seres peludos e, à primeira vista, engraçadinhos (assim como os do filme de Joe Dante), as Criaturas aparecem fugindo de uma prisão espacial logo na primeira cena do filme, só para caírem na Terra, numa cidadezinha agrícola dos EUA, e comerem tudo em sua frente. Os famintos seres são também mortais e é necessário que caçadores interplanetários os sigam para que sejam capturados novamente. Três continuações foram produzidas, a parte três protagonizada por um Leonardo DiCaprioantes da fama, ainda bem novinho.

A Pequena Loja de Horrores (1986)

Mais inusitado do que estes pretensos Gremlins , só mesmo uma planta carnívora gigante, falastrona e cantora. A versão original do longa é de 1960 e trata-se de uma produção do mestre do cinema B, Roger Corman. Em 1982, a ideia foi levada aos palcos na forma de um musical. Alguns anos depois, era produzida uma nova versão, desta vez baseada diretamente no musical, transformando o filme em uma obra do mesmo gênero, e contando com nomes como Steve Martine Rick Moranisno elenco. A trama, no entanto, foi mantida e fala sobre um funcionário de uma loja de plantas tímido, que se depara com um item raro, fazendo amizade com uma planta que fala. O sujeito logo descobre que a planta é carnívora, exige ser alimentada constantemente e na verdade é um ser de outro planeta.

Palhaços Assassinos do Espaço Sideral (1988)

Palhaços já são assustadores naturalmente, que o diga Pennywise, o antagonista de It – Uma Obra Prima do Medo (1991). Imagine o que eles poderiam fazer se na verdade fossem seres extraterrestres invadindo a Terra. É exatamente o que esta galhofa ultradivertida propõe. Um grupo de Palhaços alien ígenas monstruosos chegam ao nosso planeta com sua nave, uma imensa lona de circo. Dentre o repertório de armas mortais dos seres que aterrorizam uma pequena cidade, estão tortas na cara ácidas, casulos de algodão doce, pipocas assassinas, sombras mortais e balões de animais de verdade. E ainda duvidam que a década de 1980 foi a mais criativa para o cinema entretenimento?

Belas Damas

Um item indispensável e que faz todo sentido se formos pensar, são os alien ígenas que se disfarçam de mulheres perfeitas, a fim de ludibriar acima de qualquer suspeita os humanos, ao menos os do sexo masculino.

Força Sinistra (1985)

Clássico da minha infância na TV aberta, o filme foi escrito por Dan O´Bannon(o mesmo de Alien ), e baseado no livro de Colin Wilson. A direção é de Tobe Hooper( O Massacre da Serra Elétrica , 1974). A história mostra astronautas descobrindo uma raça de vampiros espaciais (sim, você leu certo), trazendo-os para a Terra a fim de estuda-los. A líder, vêm na forma de uma linda mulher nua (papel de Mathilda May), que sai dizimando os homens que seduz, conhecida apenas como Space Girl. Força Sinistra faz parte dos filmes de terror 80´s que usavam e abusavam das criaturas animatrônicas, sensação na época.

A Experiência (1995)

Uma mensagem vinda do espaço para os humanos, entrega como presente o código genético de uma raça extraterrestre. O que os brilhantes cientistas, liderados por Ben Kingsley, fazem em seguida? Misturam ao DNA humano criando uma nova forma de vida, é claro. Quando chega a hora de eliminar o experimento, que tem as formas da menina Michelle Williams, ela foge. Como uma borboleta em um casulo, ela desabrocha nas formas estonteantes da então novata Natasha Henstridge, com 25 aninhos na época. O instinto materno bate forte e a moça deseja reproduzir de qualquer forma. Para isso, ela precisa encontrar o parceiro ideal e acasalar, antes que um time de mercenários contratados a encontre e a mate.

Sob a Pele (2014)

Assim como a Sil de A Experiência , a musa Scarlett Johansson, em ótima fase, interpreta um dos personagens mais inusitados em sua carreira. A sexy predadora, conhecida apenas como ‘a fêmea’ está na Terra e sempre à espreita de sua próxima vítima. No caso, incautos homens cheios de tesão. E quem pode culpa-los por cair nessa armadilha, se sua caçadora viesse em tais formas. Enquanto eu viver, jamais esquecerei da gosma preta, e da perturbadora trilha sonora da excelente Mica Levi, desta experiência única e divisora de águas do cinema. Sob a Pele é o Kubrickatual e um dos filmes mais inesquecíveis dos últimos trinta anos.

Caçadores de Homens

Existe também aquele tipo de extraterrestre que gosta de um bom desafio. E para isso, nada melhor do que testar nossos mais exímios guerreiros (leia-se, os grandalhões do cinema de ação) numa batalha de vida ou morte, fazendo de nosso planeta uma enorme arena sem regras.

O Predador (1987)

Não poderíamos fechar uma lista com as piores criaturas espaciais sem mencionar o caçador e colecionador extremo. A criatura musculosa e atlética, que é uma mistura de crustáceo com jamaicanos, viaja a galáxia atrás do melhor “jogo”, como um verdadeiro Predador num safári, daí seu ‘apelido’. Não bastante seu porte físico humanoide gigantesco, a criatura também possui um dos arsenais mais elaborados e completos do universo, com direito a lanças retráteis, discos bumerangue e um canhão de plasma de fazer inveja a qualquer super-herói. Não é por menos que para combate-lo foi necessário Arnold Schwarzenegger, Danny Glovere… Adrien Brody?! É, não está fácil para ninguém.

O Grande Anjo Negro (1990)

Ainda na veia de criaturas malvadas que chegam ao nosso planeta matando tudo e todos, somente sendo paradas por grandalhões da ação, temos este filme B. Obviamente, pegando carona no sucesso de O Predador (1987), I Come in Peace ou Dark Angel como é conhecido no original, traz ninguém menos do que Dolph Lundgrenna pele de um policial de Houston no encalço de traficantes. A coisa fica boa de verdade, neste filme que desenvolveu um status cult-trash ao longo dos anos, quando um alien ígena entra em cena para complicar a situação. A criatura mata traficantes e viciados, com o propósito de coletar uma droga rara, encontrada apenas numa parte do cérebro humano. O fato faz da criatura o primeiro alien traficante de drogas da história.

O Destruidor (1992)

Quer mais badass combatendo ameaças extraterrestres? Então toma. Rutger Rauervive Harley Stone, detetive que não liga para as regras (o bom e velho tira durão), vivendo na Londres futurística do ano 2008!? Numa espécie de mini Waterworld , o nível do mar subiu, inundando algumas partes da cidade. No meio do caos deste admirável mundo novo, o policial precisa enfrentar o retorno da criatura que tirou a vida de seu parceiro. Para termos uma ideia, um crítico definiu o longa como ‘Blade Runner encontra Alien ’, e Ridley Scottgozou. É claro que os produtores usaram esta definição tão suculenta como slogan para o filme.

Ameaça Local

Ao contrário do primeiro item da lista, certos alien ígenas planejam sua invasão na surdina, de forma mais discreta. Ao invés de chegarem na Terra destruindo tudo, e sobrando pouco intacto para usufruírem, os aliens deste grupo, na maioria das vezes chegam a pé, tentando conquistar sem estardalhaço. É a velha técnica de entrar sem ser detectado. Além disso, este grupo também fala sobre outro tipo, os que chegam fazendo bagunça, mas num local específico, como um bairro ou cidade.

Sinais (2002)

M. Night Shamalanjá havia falado sobre fantasmas e super-heróis, e chegava a vez do autoral cineasta dar sua opinião sobre invasões alien ígenas. Passado inteiramente no cenário rural de uma fazenda, o foco aqui, assim como todos os filmes do diretor, é nos personagens humanos, no caso o pastor vivido por Mel Gibson, seus filhos e irmão ( Joaquin Phoenix), pegos no meio deste evento apocalíptico. Ao contrário dos aliens de Prova Final , esses temem a água, pois esta pode feri-los. E quanto a afirmação de que são aliens burros, bem, estavam desesperados e vir à Terra era a única opção para sua sobrevivência.

Cloverfield – Monstro (2008)

Esta não pode ser considerada uma ameaça tão local assim, mas levamos em conta porque tudo ocorre em Nova York, mesmo que a cidade seja quase inteiramente dizimada. A criatura monstruosa e gigantesca chega como um verdadeiro Godzilla, deixando um grupo de amigos totalmente pedido em meio ao caos. A graça de Cloverfield é ser filmado no estilo found footage, técnica que não estava saturada na época. Ano passado estreou a continuação, que pouco tinha a ver com o original, ligando as obras somente pelo desfecho – o que curiosamente tirou muitos daquele filme.

Super 8 (2011)

Grande homenagem feita por J.J. Abramspara Steven Spielberge seu cinema de início de carreira, digamos das décadas de 1970 e 1980. Passado nos 70´s, temos uma grande sensação de época e pertencimento trazidos pela direção de arte e figurinos. Tudo isso, muitos anos antes de Stranger Things . Assim como na série de sucesso da Netflix, Super 8 traz como protagonistas um grupo de crianças no melhor estilo Goonies , cujo único objetivo é terminar seu filme amador para inscrevê-lo num concurso (mais um elo com a paixão pelo cinema). No meio de tudo, um desastre de trem, que escondia mais do que a pacata cidadezinha poderia imaginar.

A Hora da Escuridão (2011)

Este filme protagonizado por Emile Hirsch( Na Natureza Selvagem ) naufragou nas bilheterias e logo foi esquecido. No entanto, antes de descartamos totalmente o terror, vale apresentar certos diferenciais curiosos contidos nele. Primeiro, por ser inteiramente passado na Rússia, cenário inusitado para um filme de terror Hollywoodiano, ainda mais na véspera de ano novo. Segundo, pelo design e natureza destas bizarras criaturas extraterrenas. Bem, elas são apenas focos de energia, no formato de luz, que sugam carga elétrica de aparelhos  e veículos, e quando entram em contato com humanos… vejam por conta própria, se tiverem coragem.

Ataque ao Prédio (2011)

Um dos filmes mais criativos do gênero, que este humilde colega que vos fala teve oportunidade de assistir em tela grande (durante o Festival do Rio). Logo depois, o filme caiu no mercado de vídeo. Definido como Independence Day encontra Cidade de Deus , o roteiro apresenta uma invasão em menor escala, quando meteoros caem num bairro pobre de Londres, próximo a um conjunto habitacional regido por pequenos infratores e criminosos. A surpresa dos meteoritos logo de revela, como um kinder ovo ‘dumal’, e será preciso a união de todos para combater estas criaturas de visual verdadeiramente único. Contar estragaria a surpresa caso você não tenha visto. Vale dizer que poucas coisas na lista se comparam.

Alien – O Oitavo Passageiro (1979)

Não seria um topo de lista digno sem em primeiro lugar estar ele, o alien mais alien que você respeita, que reforça e se apodera como nenhum outro da designação Alien . O Oitavo passageiro mais querido do cinema, também conhecido como xenomorfo, é muito invejado, e tido como organismo perfeito pelos sintéticos que o cercam – pelo menos a máquina perfeita de matar. Seu sangue ácido impossibilita que seja atingido de perto ou até mesmo de longe (veja o que aconteceu com os infelizes que tentaram). Ao longo das décadas todos tentam capturar e usar o xenomorfo para experimentos e armas biológicas. Mas ele quer apenas ser deixado em paz, para ser livre e se expressar. Durmam com essa.


'Valerian': Luc Besson critica os filmes de super-herói hollywoodianos



» Siga o CinePOPno Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «

[AVISO]Os comentários passam por uma aprovação e podem demorar até 24 horas para serem disponibilizados no site. Comentários com conteúdo ofensivo serão deletados, e o usuário pode ser banido. Respeita a opinião alheia e comporte-se.

Mobilize your Website
View Site in Mobile | Classic
Share by: