Terry Crews também foi vítima de assédio sexual por outro produtor hollywoodiano

Terry Crews também foi vítima de assédio sexual por outro produtor hollywoodiano

COMPARTILHE!

Desde que o escândalo de Harvey Weinstein e a série de assédios cometidos por ele estouraram na mídia, através de uma matéria feita pelo The New York Times, várias atrizes vítimas do produtor vieram a público compartilhar suas trágicas experiências.

E ampliando o debate sobre assédio sexual em Hollywood, outra estrela veio compartilhar um caso semelhante. O astro Terry Crews usou sua conta do Twitterpara relatar uma situação constrangedora que vivenciou com outro produtor de cinema, ao lado de sua esposa.

Nas publicações, o protagonista da popular série ‘ Brooklyn Nine-Nine ’ relatou – sem citar o nome do agressor – ter sido abordado pelo produtor de forma invasiva e sexual:

“Toda essa situação com Harvey Weinstein me dá transtorno pós-trauma. Porque? Porque este mesmo tipo de coisa aconteceu comigo. Eu e minha esposa estávamos em um evento de Hollywood no ano passado e um executivo de alto escalão do ramo veio até mim e agarrou minhas partes íntimas. Pulando para trás, eu o questionei. Minha mulher viu tudo e ambos olhamos para ele como se ele fosse um maluco. Ele só deu um sorriso forçado como um idiota”.

Participe do nosso grupo ESPECIAL no Facebook» https://goo.gl/BBFEmQ


Crewscontinuou, afirmando que estava prestes a partir para cima do empresário, mas temia ser alvo de matérias sensacionalistas que o pré julgassem:

“Eu ia acabar com a raça dele ali mesmo, mas pensei duas vezes sobre como tudo aquilo iria parecer para os de fora. ‘Homem negro de 108 quilos pisoteia chefão de Hollywood’, seria a manchete do dia seguinte. E eu provavelmente nem poderia ler esse jornal, porque estaria preso. Então deixamos pra lá. Naquela noite e no dia seguinte eu contei a todos que conhecia que haviam trabalhado com ele sobre o ocorrido. Ele me ligou no outro dia me pedindo desculpas, mas nunca explicou o porquê de ter feito o que fez”.

O ator também falou sobre o receio de sofrer represália do ramo, caso viesse a público para falar sobre o assunto:

“Eu decidi não levar isso adiante pois não queria ser condenado ao ostracismo, algo que acontece quando o predador possui poder e influência. Eu deixei passar e entendo porque muitas mulheres que sofreram isso fazem o mesmo. Quem vai acreditar em você? (poucos); Quais são as repercussões? (muitas); Você quer trabalhar novamente? (sim); Você está preparado para ser banido do ramo? (não). Ele sabe quem é. Mas às vezes você deve esperar e comparar notas com outros que também foram vítimas para que possa ganhar uma posição de força”.

Crewsfinalizou, se solidarizando às vítimas de abuso:

“Eu compreendo e me solidarizo com aqueles(as) que se mantiveram em silêncio. Mas Harvey Weinstein não é o único predador. Hollywood não é único ramo onde isso acontece e para as casualidades deste comportamento, você não está só. Espero que, ao compartilhar minha história, nós detenhamos um predador e encorajemos alguém que se sente sem esperanças”.


Crítica | Thor Ragnarok [COM SPOILERS!!!!]


» Siga o CinePOPno Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «

[AVISO]Os comentários passam por uma aprovação e podem demorar até 24 horas para serem disponibilizados no site. Comentários com conteúdo ofensivo serão deletados, e o usuário pode ser banido. Respeita a opinião alheia e comporte-se.

Mobilize your Website
View Site in Mobile | Classic
Share by: